A Análise de Redes Sociais no estudo do processo da construção da ajuda mútua da pessoa com doença oncológica com blogue

Autores/as

  • Carla Piscarreta Damásio Instituto Politécnico de Leiria, Escola Superior de Saúde
  • Lucília Nunes Instituto Politécnico de Setúbal, Escola Superior de Saúde
  • José Manuel Sobral Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais

Resumen

Os recentes desenvolvimentos na saúde, sociedade e tecnologia, têm conduzido a novas formas de estar. Encarar hoje a doença oncológica (DO) é enfrentar um desafio. A comunicação, também sofreu evolução e a Internet assume um espaço crescente na sociedade. O blogue revolucionou a partilha de experiências, como é o caso da vivência da DO, podendo ser gerador de um processo de construção de ajuda mútua. Emergiu a questão: Quais os bloguitas mais ativos e dominantes numa rede de pessoas com doença oncológica com blogue? Este artigo tem como objetivos: Identificar as pessoas com DO com blogue; Identificar as pessoas mais ativas e as pessoas dominantes na rede, recorrendo à Análise Estrutural da Rede Social.

Para selecionar a amostra recorreu-se ao método de amostragem não probabilística, intencional, em bola de neve.

A rede encontrada constitui-se por 32 blogues, com 1602 ligações (720 com pessoas com DO e 434 na rede), dos quais foram selecionados 17 blogues.

A rede estudada tem uma boa densidade (0,438), pelo que a informação se difunde com facilidade entre os nós, cujos atores têm altos níveis de capital social.

Palabras clave

Análise de redes sociais, Blogue, Doença oncológica, Ajuda mútua

Biografía del autor/a

Carla Piscarreta Damásio, Instituto Politécnico de Leiria, Escola Superior de Saúde

Departamento de Enfermagem

Licenciada em Enfermagem (ESECG Lisboa)

Licenciada e Mestre em Ciências da Educação, Ramo Formação de Adultos (FPCE da  Universidade Lisboa)

Pós-Graduada e Especialista em Enfermagem Médico Cirúrgica (ESS IPSetúbal)

Doutoranda em Enfermagem (Universidade de Lisboa)

Lucília Nunes, Instituto Politécnico de Setúbal, Escola Superior de Saúde

Doutorada em Filosofia (UNL, FCSH, 2004). Mestre em Ciências de Enfermagem (UCP,  1995) e em História Cultural e Política (UNL, FCSH, 1994).  Especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatrica (ESEMFR, 1992). Professora Coordenadora na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal. Membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (2009-2014). Membro da Comissão de Ética para a Saúde do Centro Hospitalar de Setúbal. Investigadora na Unidade de Investigação e Desenvolvimento (ui&de), Lisboa. É Presidente do Conselho Técnico-Científico da ESS|IPS e coordenadora do Departamento de Enfermagem. Foi vice-presidente (1999-2003) e presidente (2004-2007) do Conselho Jurisdicional da Ordem dos Enfermeiros. Presidente da Comissão de Formação (2008-2010) e do Conselho de Enfermagem (2008-2011).  Diversas publicações, livros e artigos - Chave DeGóis: 8048847786452878

José Manuel Sobral, Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais

Doutor em Antropologia, Investigador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, onde dirige o Doutoramento em Antropologia, membro da Comissão Científica do Programa de Doutoramento em Enfermagem da Universidade de Lisboa.

Publicado

20-05-2014

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.