Em nome dos “brasileirinhos”: estratégias para construção identitária brasileira na Europa

Autores/as

Resumen

Este artigo apresenta resultados parciais da pesquisa de doutorado em Antropologia Social e Cultural da Universidade Autônoma de Barcelona (ES), em que busco analisar os perfis socioculturais das imigrantes brasileiras e brasileiros que constituem associações no estrangeiro, com a motivação de promover a chamada “Língua de Herança” para seus filhos no exterior. Busco explorar as conceptualizações e imaginários sobre a cultura e língua de origem elaborados e transmitidos por esses agentes, assim como observar os novos formatos de atuação política em nome de projetos de identidade e diferença em contextos migratório e de mobilidades envolvendo brasileiros. Tal cenário encontrado, leva-me a pensar que a realização de tais projetos não é somente um momento de socialização para seus filhos, mas também uma forma de legitimar, visibilizar e empoderar as mães brasileiras no contexto migratório.

Palabras clave

brasileirinhos, língua de herança, migração, gênero, Europa

Biografía del autor/a

Taís Cristina Samora Figueiredo, Universidade Autônoma de Barcelona

Doutoranda em Antropoligia Social e Cultural na Universidade Autônoma de Barcelona, Mestrado em Antropololia pela Universidade Federal de Sergipe, Espaelização em Didática e Metologia do Ensino e graduação em Letras Inglês/Portugués.

Publicado

13-06-2020

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.