A "libertação de demônios" como cotidianidade: esboço de um estudo etnográfico

Autores/as

  • Ypuan Garcia Universidade de São Paulo

Resumen

O objeto deste artigo é o conceito nativo de “libertação de demônios”, tal como searticula em um grupo de católicos renovados da Região Oeste da cidade de SãoPaulo, no Brasil. Seu propósito é apresentar uma primeira análise da “libertação”como cotidianidade, argumentando que as noções nativas de “abertura”,“caminhada” e “Verdade” são centrais para o entendimento das formas pelas quaisse evita, diariamente, a cativação por seres malignos. Inicio de uma abordagemteórica baseada na etnografia e exponho, em seguida, que a ausência de umareflexão sobre a cotidianidade dos encontros com o mal pode levar àsobreinterpretação na análise acerca da “libertação”.

Palabras clave

Libertação, Cotidianidade, Abertura, Caminhada, Verdade

Publicado

30-06-2014

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.